segunda-feira, 19 de março de 2012

Conservação dos alimentos

Náuseas, vômitos e diarreias são sintomas mais comuns de doenças transmitidas por comida estragada.

Com o calor e o uso intensivo de energia por conta dos ventiladores e ar-condicionado, todo mundo fica alarmado com a possibilidade de faltar luz. E quando isso acontece, a preocupação maior é com relação à conservação dos alimentos.

No Brasil, doenças transmitidas pela comida estragada, em geral, são causadas pela Salmonella, Escherichia coli patogênica e Clostridium perfringens, pelas toxinas do Staphylococcus aureus e Bacillus cereus. Os sintomas mais comuns são falta de apetite, náuseas, vômitos, diarreia, dores abdominais e febre. Peixe, frango, carnes, leite e ovos se deterioram rapidamente, por exemplo.

Para não passar mal, os alimentos devem ser bem armazenados e cozidos. Ao reaquecer os alimentos já cozidos, é preciso se assegurar de que todas as partes do alimento sejam aquecidas igualmente. Um cozimento adequado, com temperaturas acima de 70º C, consegue matar quase todos os micróbios, garantindo um consumo mais seguro.

Fonte: Bem Star

Postagens Relacionadas