sábado, 29 de setembro de 2012

Chocólatras são mais magros

Pesquisadores americanos, da Universidade da Califórnia, em San Diego (EUA), resolveram verificar o seguinte: será que a imagem do chocolate como doce gostoso que deve ser evitado para quem quer emagrecer é verdadeira? Indícios apontam justamente na direção contrária.

O estudo foi feito com 1.000 participantes, com idades entre 20 e 85 anos. Em média, eles apresentavam Índice de Massa Corporal (IMC) de 28, o que é considerado acima do peso, mas não obesidade. Um homem de 1,80 metros de altura e 90 quilos de peso, por exemplo, tem IMC próximo a 28.

Todos os voluntários tiveram seus hábitos alimentares monitorados, com atenção especial ao consumo de chocolate. Descobriram, a princípio, que pessoas que comiam mais chocolate tendiam também a ingerir mais calorias no geral, incluindo gorduras saturadas, nas refeições regulares. Apesar disso, tendiam a ter menor peso. Mas como isso é possível?

A teoria mais aceita defende que o cacau, especialmente quando encontrado em maior quantidade (alguns chocolates têm alto índice de gordura e menos cacau), ajuda a baixar naturalmente a pressão sanguínea e o colesterol.

Os responsáveis seriam os antioxidantes encontrados no alimento. Estudos paralelos confirmam essa tese, explicando inclusive que alguns tipos de chocolate, tais como o amargo, são mais saudáveis.

Apesar disso, os cientistas garantem que uma dieta de emagrecimento à base de chocolate não deve funcionar. A famosa iguaria não deixa de conter açúcar e gordura, e ainda não há certeza sobre o que seria uma “quantidade moderada” de consumo do chocolate: a maioria das pessoas tende a exagerar, o que anula qualquer efeito de perda de peso.

Fonte: Reuters

Postagens Relacionadas