sábado, 13 de agosto de 2011

Gripe ou resfriado?

Quando se acorda espirrando, com o nariz entupido, ou se pega um ar frio e em seguida a garganta arranha, fica a dúvida: é gripe ou resfriado?

Infelizmente a gripe não é algo tão simples assim e é uma doença bem pior do que se imagina. Em crianças, idosos e pessoas com problemas imunológicos, ela pode até matar.

Resfriado é uma infecção virótica (os rinovírus são os principais agentes causadores), geralmente sem febre, na qual as principais manifestações clínicas envolvem as vias aéreas superiores, dor de cabeça, secreção nasal (coriza) ou obstrução nasal. Com a exposição ao agente, a infecção pode ser facilitada por fadiga excessiva, distúrbios emocionais ou alérgicos.

A gripe é uma infecção respiratória aguda causada pelo vírus ARN da família Orthomyxoviridae, denominado influenza, que causa febre, prostração, coriza, tosse, dor de cabeça, dor de garganta. O nome influenza vem da língua italiana, e significa "influência" (em latim, influentia).

O vírus influenza apresenta vários sorotipos e sofrem mutações de um ano para outro. Esses vírus caracterizam-se por estarem em eterna mutação e por sofrerem um fenômeno chamado de recombinação genética. Quando ocorre a mutação, surge um vírus parente do anterior e assim nós ainda temos certa defesa contra o novo porque se parece com o antigo. Mas nos casos de recombinação genética, surge um vírus absolutamente novo, contra o qual não temos defesa alguma.

Apesar da influência do frio, detectada pelos antigos, não é bem ele em si que causa a doença. O que ocorre é que as aglomerações que se formam em ambientes fechados quando a temperatura abaixa causam uma maior proximidade entre as pessoas, facilitando assim a transmissão do vírus.

Logo, o frio não é o causador da gripe, apenas cria condições para maior disseminação dos vírus em lugares não arejados onde as pessoas tossem, espirram ou falam muito perto umas das outras.

Existem vacinas que são aplicadas a cada ano, principalmente nos grupos de maior risco (idosos e pacientes com problemas respiratórios crônicos). O que podemos fazer é fortalecer o nosso sistema imunológico, ingerindo regularmente frutas ricas em vitamina C, como a laranja, acerola, limão, etc, em forma de sucos ou “in natura”.

Fonte: wikipédia; http://blogamelias.com.br/

Postagens Relacionadas