quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Gloria Grahame

Gloria Grahame (Gloria Hallward), atriz, nasceu em Los Angeles, California, em 18 de novembro de 1923, e faleceu em Nova York, Nova York, em 5 de outubro de 1981.

Filha de Michael Hallward, arquiteto, e de Jean McDougall, atriz de teatro, que se apresentava com o nome artístico de Jean Grahame, Gloria era descendente da realeza, já que a família de seu pai descendia do Rei Edward III, enquanto a da mãe, de reis escoceses.

Quando adolescente, já se mostrava com pouco interesse em relação aos estudos, chegando a largar a Hollywood High School pouco antes de se graduar, a fim de se juntar a um show em turnê chamado "Good Night, Ladies".

Em 1944, aos 21 anos, apareceu em duas peças na Broadway, ocasião em que chamou a atenção de Louis Mayer, chefe de estúdios da Metro Goldwyn Mayer. Impressionado com o trabalho dela, ele lhe ofereceu um contrato com a MGM, mas o reconhecimento do público só veio a ocorrer em 1946 com o filme "A Felicidade Não se Compra", de Frank Capra.

Embora seu talento e seu charme fossem de uma estrela, Gloria nunca foi reconhecida pela MGM como tal, sendo seu contrato vendido em 1947 à RKO.  Nessa produtora, ela foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, por sua atuação em "Rancor", um filme-noir de Edward Dmytryk.

Três anos depois, não mais trabalhando para a RKO, Gloria foi agraciada com o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, ao atuar ao lado de Humphrey Bogart em "No Silêncio da Noite".

Desempenhando papéis de mulheres sedutoras em diversos clássicos filmes-noirs, Gloria ia bem no cinema quando problemas conjugais e de custódia de filhos, combinados com outros surgidos quando das filmagens de "Oklahoma", em 1955, fizeram com que sua carreira ficasse de lado a partir de 1956.

Nos anos 60, voltou a atuar em palcos e na TV e, a partir de 1970, em alguns filmes de qualidade inferior. Seus últimos trabalhos foram em "Melvin e Howard", de Jonathan Demme, 1980, e "The Nesting", de Armand Weston, 1981.

The Greatest Show on Earth, 1952
Gloria casou-se quatro vezes: De 29/08/1945 a 01/06/1948, com o ator Stanley Clements; de 01/06/1948 a 14/08/1952, com o cineasta Nicholas Ray, com quem teve um filho, Timothy Ray, nascido em 12/11/1948; de 15/08/1954 a 31/10/1957, com o cineasta Cy Howard, com quem teve uma filha, Marianne Paulette, em 01/10/1956; e, finalmente, de 13/05/1960 a 04/05/1974, com o ator Anthony Ray, com quem teve dois filhos: Anthony Ray Jr., nascido em 30/04/1963, e James Ray, em 21/09/1965.

Em 1980 foi detectada com câncer de estômago, mas se recusou a fazer uma cirurgia, insistindo que não tinha a doença. Faleceu aos 57 anos em Nova York.


Filmografia

1944 Blonde Fever
1945 Without Love
1946 It's a Wonderful Life
1947 It Happened in Brooklyn
1947 Crossfire
1947 Song of the Thin Man
1947 Merton of the Movies
1949 A Woman's Secret
1949 Roughshod
1950 In a Lonely Place
1952 The Greatest Show on Earth
1952 Macao
1952 Sudden Fear
1952 The Bad and the Beautiful
1953 The Glass Wall
1953 Man on a Tightrope
1953 The Big Heat
1953 Prisoners of the Casbah
1954 Human Desire
1954 Naked Alibi
1954 The Good Die Young
1955 The Cobweb
1955 Not as a Stranger
1955 Oklahoma!
1956 The Man Who Never Was
1957 Ride Out for Revenge
1959 Odds Against Tomorrow
1966 Ride Beyond Vengeance
1971 Blood and Lace
1971 The Todd Killings
1971 Chandler
1972 The Loners
1973 Tarot
1974 Mama's Dirty Girls
1976 Mansion of the Doomed
1979 A Nightingale Sang in Berkeley Square
1979 Head Over Heels
1980 Melvin and Howard
1982 The Nesting

Fontes: Wikipédia; 70 Anos de Cinema.

Postagens Relacionadas