domingo, 26 de fevereiro de 2012

Como surgem os bichos das frutas?

Eles chegam ao interior delas ainda no formato de minúsculos ovos que se tornarão filhotes de um inseto chamado mosca-da-fruta, pertencente à família Tephrytydae.

"Depois de fecundadas, essas moscas perfuram as cascas das frutas para colocar seus ovos lá dentro", afirma a bióloga Denise Selivon-Scheepmaker, da Universidade de São Paulo (USP), especialista nesses bichinhos, que têm vários gêneros e espécies espalhados pelo mundo.

No Brasil, o gênero mais comum é o Anastrepha. O interior das frutas, local bem protegido e rico em alimentos, se revela um berçário ideal para o desenvolvimento das futuras moscas. Algumas espécies são capazes de utilizar diferentes frutas como hospedagem. Assim, se em uma determinada época do ano as goiabas, por exemplo, não estão disponíveis, elas podem procurar por mangas ou pêssegos para depositar seus ovos.

Mas há também alguns tipos de moscas que só usam uma variedade de fruta. Nesse caso, os cientistas ainda lutam para descobrir como essas espécies sobrevivem durante os períodos de entressafra.

A culpa é das moscas O crescimento de suas larvas acelera o apodrecimento da fruta

1. Com uma espécie de ferrão localizado no abdômen, a mosca-da-fruta rompe a casca e deixa seus ovos dentro do fruto.

2. Esses ovos se transformam em larvas que se alimentam da polpa da fruta e vão abrindo nela túneis onde passam a viver. Isso favorece a proliferação de bactérias que aceleram o apodrecimento da fruta. Para as larvas, esse processo é importante, pois a casca fica permeável, permitindo a entrada de mais ar e facilitando sua respiração.

3. Quando a fruta cai do pé, a larvase enterra alguns centímetros no solo para continuar seu desenvolvimento no estágio de pupa, um período intermediário antes da metamorfose total. Após dez dias, ela finalmente vira uma mosca.

Fonte: ME

Postagens Relacionadas