terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Copa do Mundo 1934

A conquista da seleção dona da casa é usada como propaganda para o regime fascista. Ganhar a Copa do Mundo que sediaria era um ponto de honra para a Itália de Benito Mussolini. O fascismo avançava na Europa e a vitória dos italianos seria propaganda desse regime autoritário.

Para garantir o melhor time possível, Mussolini mudou leis para facilitar a naturalização de bons jogadores descendentes de italianos que nasceram em outros países. Pela primeira vez, o número de países inscritos (32) superou o número de vagas (16), obrigando o início do sistema de eliminatórias.

O Uruguai, campeão em 1930, boicotou o torneio em protesto à ausência da maioria das seleções européias na primeira Copa. O torneio adotou o sistema de eliminatória simples, do tipo "perdeu, cai fora". Nenhum país das Américas venceu na estréia. O maior adversário da Itália foi a Espanha, considerada por muitos o melhor time da Copa. Para vencê-lo, a Itália jogou 210 minutos: 1 a 1 na primeira partida (com prorrogação) e 1 a 0 no jogo-desempate. Na final, com o time cansado, a Itália venceu a Tchecoslováquia por um minguado 2 a 1.


Seleção brasileira decepciona

Outra briga, desta vez entre profissionais e amadores, enfraqueceu o Brasil para a Copa da Itália. A CBD, amadora, teve dificuldade para montar uma boa seleção, pois surgira uma nova entidade – a Federação Brasileira de Futebol, profissional. A maioria dos bons jogadores brasileiros atuava em clubes profissionais, filiados à FBF. Não houve acordo para uma trégua durante a Copa. A solução foi negociar diretamente com os jogadores. A CBD aliciou Leônidas (Vasco), Luizinho e Waldemar de Brito (São Paulo), entre outros. Os clubes profissionais eram contra: o Palestra Itália (hoje Palmeiras) escondeu seus jogadores em uma fazenda.

Espanha 3 x 1 Brasil, a defesa da Espanha desceu a bota nos brasileiros: quatro contra um.
A campanha foi curta. O Brasil foi eliminado na estréia, em Gênova, pela forte seleção espanhola: 3 a 1. Com 30 minutos de jogo, os espanhóis já venciam por 3 a 0, dois gols de Langara e um de Irarogorri, de pênalti. No segundo tempo, o Brasil melhorou. Leônidas pegou um rebote do goleiro Zamora e descontou aos 7 min. Oito minutos depois, Luizinho teve um gol anulado pelo juiz alemão Birlem, por impedimento. Aos 25 min, Waldemar de Brito desperdiçou um pênalti, defendido pelo grande Zamora. Waldemar se redimiria muito mais tarde: foi ele quem descobriu o talento de Pelé.

Na Copa de 1934, a estréia do Brasil foi também a despedida: Espanha 3 x 1

Curiosidades

Lenço na cabeça - O atacante italiano Luigi Bertolini, melhor cabeceador da Europa, disputou a Copa com seu tradicional lenço branco amarrado na cabeça. As bolas tinham costuras externas grosseiras que machucavam a testa do jogador.

Brasileiro campeão - Anfilogino Guarisi, o Filó, brasileiro que jogou no ataque do Corinthians, foi um dos italianos naturalizados no time campeão.

Comentário - "Ides para um país que se renova moral e materialmente. O italiano, que se sentia deprimido antes do advento do fascismo, sente-se agora orgulhoso de sua própria raça. É esse o exemplo que deve guiar os esportistas brasileiros". De Getúlio Vargas, então presidente, à delegação que seguia para a Itália.

Informações gerais

Participantes - 16
Anfitrião - Itália
Período - 27 de Maio – 10 de Junho
Gols - 70 (média de 4,1)
Campeão - Itália
Vice-campeão - Tchecoslováquia
Artilheiro - Oldřich Nejedlý (Tchecoslováquia), 5 gols
Maior goleada - Itália 7 – 1 Estados Unidos - Stadio Nazionale PNF, Roma, 27/5
Público - 358.000 (média de 21.058)

Classificação: 1º - Itália / 2º - Tchecoslováquia / 3º - Alemanha / 4º - Áustria

A Seleção Italiana posando antes da final. Em pé, da esquerda para a direita, estão Combi, Monti, Ferraris IV, Allemandi, Guaita e Ferrari; agachados, Schiavio, Meazza, Monzeglio, Bertolini e Orsi
A campanha do campeão:

Oitavas-de-final
27/5 Itália 7 x 1 Estados Unidos
Quartas-de-final
31/5 Itália 1 x 1 Espanha
31/5 Itália 1 x 0 Espanha
Semifinal
3/6  Itália 1 x 0 Áustria
Final
10/6 Itália 2 x 1 Tchecoslováquia

Fonte: http://www.cassio.com.br/bolabrasil/copa1934.html

Postagens Relacionadas