quarta-feira, 23 de março de 2011

Prefeito morde morador

O prefeito de Duartina (367 km de São Paulo), Aderaldo Pereira de Souza Júnior (PP), 51, conhecido como Juninho Aderaldo, mordeu um morador da cidade durante uma briga entre os dois no gabinete dele, na última segunda-feira (24).

O que era para ser uma reunião para discutir a dívida de IPTU do morador, o jornaleiro Paulo Odair Inácio, 34, acabou em pancadaria. O valor devido soma R$ 2.500.

Inácio disse que queria negociar a dívida e as formas de pagamento com o prefeito porque uma conta bancária sua foi bloqueada em razão desse débito.

Tanto o jornaleiro quanto o prefeito fizeram exames de corpo de delito e registraram boletim de ocorrência. A Polícia Civil vai apurar o caso.

Os dois foram apartados por funcionários durante a briga, que começou no gabinete e seguiu pelos corredores da prefeitura. O prefeito chegou a subir na mesa do gabinete na confusão.

Juninho Aderaldo alegou que Inácio o ameaçou, dizendo a funcionários da prefeitura que "daria três tiros" nele e que "não pagaria o IPTU". O prefeito disse ainda que se defendeu das agressões.

A assessoria de imprensa dele confirmou a mordida e disse que "esta era a única maneira dele se livrar de uma chave de braço" dada pelo jornaleiro.

"O prefeito me chamou no gabinete para negociar a dívida e quando cheguei lá vi que eu estava em um 'tribunal do júri', com sete funcionários dentro do gabinete e ele me questionando sobre a ameaça. Falei mesmo que iria dar três tiros nele, mas em tom de brincadeira, tanto que falei isso para a advogada dele", disse o jornaleiro.

Em nota, a assessoria do prefeito disse que "exaltado, Paulo agrediu fisicamente Juninho Aderaldo, que se defendeu dos ataques, fazendo-o na presença de testemunhas no gabinete municipal".

O prefeito disse que pretende processar o jornaleiro por agressão e ameaça. Já o morador disse não ter a intenção de acionar a Justiça.

O jornaleiro disse que o prefeito estava "encapetado" durante a briga. "Ele deu um soco na mesa, veio em minha direção e me deu um soco no nariz. Começou a briga e ele me mordeu no peito", disse Inácio.

"Depois funcionários nos separaram, ele subiu em cima da mesa e deu uma voadora em minha direção, mas consegui desviar. Nos separaram de novo, mas quando saí do gabinete ele veio para cima nos corredores", disse Inácio.

Duartina fica na região de Bauru (329 km de São Paulo) e tem cerca de 12,5 mil habitantes. Juninho Aderaldo foi duas vezes vice-prefeito e está em seu primeiro mandato à frente do Executivo.

Fonte: Folha.com

Postagens Relacionadas