terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Maureen O'Hara


Maureen O'Hara (Maureen Fitzsimmons), atriz e cantora, nasceu em Ranelagh, Dublin, Irlanda, em 17 de agosto de 1920. Foi a 2ª dos seis filhos de Charles e Marguerita Fitzsimmons, ele um homem de negócios e desportista em Dublin, ela uma famosa contralto.  Desde criança, demonstrou suas habilidades com jogos atléticos e equitação, bem como, após freqüentar a Abbey School, seus talentos na arte de representar. 

Aos 14 anos, foi aceita no famoso Abbey Theater, iniciando uma promissora carreira como atriz e cantora.

Em 1938, aos 18 anos, atuou em dois filmes musicais ingleses, “Kicking the Moon Around” e “My Irish Molly”, ainda usando seu nome de batismo.  Em 1939, ao vê-la em um teste de interpretação, o grande ator e produtor britânico, Charles Laughton, ficou por ela encantado, levando-a para estrelar, ao seu lado, o filme “A Estalagem Maldita”, de Alfred Hitchcock, oportunidade em que ele sugeriu a criação do nome artístico de Maureen O’Hara. 

No mesmo ano, ainda sob contrato com a produtora de Laughton, Maureen foi levada à Hollywood para atuar com ele no filme “O Corcunda de Notre-Dame”, da RKO Pictures.  O sucesso obtido fez com que a produtora americana comprasse o contrato que ela mantinha com Laughton.  Assim, aos 19 anos, Maureen já havia trabalhado em duas grandes produções, ao lado de um ator do porte de Laughton, recebendo merecidamente os elogios da crítica especializada.  Além de sua beleza física e da atriz que demonstrara ser, Maureen possuía ainda uma maravilhosa voz de soprano lírica.

Lady Godiva of Coventry (1955)
Depois de passar por dois casamentos, o primeiro com o produtor britânico, George Brown  (12/06/1939 a 15/09/1941), e o segundo com o cineasta americano, Will Price  (29/12/1941 a 11/08/1953), Maureen encontrou sua merecida felicidade pessoal ao se casar, em 11/03/1968, com o General Charles Blair, um famoso aviador e amigo de muitos anos de sua família. 

Em 1973, após atuar em “O Potro Vermelho”, Maureen retirou-se do cinema para trabalhar com o marido em sua empresa de aviação, “Antilles Airboats”, no Caribe.  Após a morte de Blair, num desastre aéreo em 1978, Maureen foi alçada ao cargo de presidente da empresa, tornando-se a primeira mulher a dirigir uma Companhia Aérea nos Estados Unidos.

Entre 1991 e 2000, Maureen ainda aceitou estrelar quatro outros filmes, todos realizados para a televisão.  De sua união com Will Price, Maureen teve uma filha, Bronwyn Fitzsimmons, nascida em 30/06/1944.


Filmografia

My Irish Molly (1938)
Kicking the Moon Around (1938)
Jamaica Inn (1939) (Estalagem Maldita)
The Hunchback of Notre Dame (1939) (O Corcunda de Notre Dame)
A Bill of Divorcement (1940) (Vítimas do Divórcio)
Dance, Girl, Dance (1940) (A Vida É uma Dança)
They Met In Argentina (1941) (Aconteceu na Argentina)
How Green Was My Valley (1941) (Como Era Verde o Meu Vale)
To the Shores of Tripoli (1942) (Defensores da Bandeira)
Ten Gentlemen from West Point (1942) (Dez Cavalheiros de West Point)
The Black Swan (1942) (O Cisne Negro)
Immortal Sergeant (1943) (O Sargento Imortal)
This Land Is Mine (1943) (Esta Terra É Minha)
The Fallen Sparrow (1943) (O Beijo da Traição)
Buffalo Bill (1944) (Buffalo Bill)
The Spanish Main (1945) (O Pirata dos Sete Mares)
Sentimental Journey (1946) (Conflito Sentimental)
Do You Love Me ? (1946) (A Professora se Diverte)
Sinbad the Sailor (1947) (Sinbad, O Marujo)
The Homestretch (1947) (Tu Voltarás, Querida)
Miracle on 34th Stree (1947) (De Ilusão Também se Vive)
The Foxes of Harrow (1947) (Débil É a Carne)
Sitting Pretty (1948) (1948) (Ama-Seca Por Acaso)
A Woman's Secret (1949) (A Vida Íntima de uma Mulher)
The Forbidden Street (1949) (Rua Proibida)
Father Was a Fullback (1949) (Papai Foi um Craque)
Bagdad (1949) (Bagdá)
Comanche Territory (1950) (Terra Selvagem)   
Tripoli (1950) (Trípoli)
Rio Grande (1950) (Rio Bravo)
Flame of Araby (1951) (Paixão de Beduíno)
At Sword's Point (1952) (Os Filhos dos Mosqueteiros)
Kangaroo (1952) (A Lei do Chicote)
The Quiet Man (1952) (Depois do Vendaval)
Against All Flags (1952) (Contra Todas as Bandeiras)
The Redhead from Wyoming (1953) (A Rainha dos Renegados)
War Arrow (1953) (A Grande Audácia)
Malaga (1954) (África de Fogo)
The Long Gray Line (1955) (A Paixão de uma Vida)
The Magnificent Matador (1955) (O Magnífico Matador)
Lady Godiva of Coventry (1955) (O Suplício de Lady Godiva)
Lisbon (1956) (Lisboa)
Everything But the Truth (1956) (O Estopim do Escândalo)
The Wings of Eagles (1957) (Asas de Águia)
Our Man in Havana (1959) (Nosso Homem em Havana)
The Deadly Companions (1961) (Parceiros da Morte)
The Parent Trap (1961) (Operação Cupido)
Mr. Hobbs Takes a Vacation (1962) (As Férias de Papai)
McLintock! (1963) (Quando um Homem É Homem)
Spencer's Mountain (1963) (Os Nove Irmãos)
The Battle of the Villa Fiorita (1965) (Vila Fiorita)
The Rare Breed (1966) (Raça Brava)
How Do I Love Thee? (1970) (Uma Família Biruta)
Big Jake (1971) (Jake Grandão)
Only the Lonely (1991) (Mamãe Não Quer Que Eu Case)

Fontes: Wikipédia; 70 Anos de Cinema.

Postagens Relacionadas