sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O coelhinho da Páscoa e os ovos

Poucos entendem da relação que existe entre coelhos e a Páscoa e porque ele distribui ovos de chocolate se na verdade os coelhos são mamíferos e desta forma não colocam ovos.

A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.

Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

Povos antigos que viviam na região da Alemanha possuíam festividades que utilizavam a lebre que é um parente do coelho. Esta cultura alemã se espalhou por todo mundo. Por volta do ano de 1700 imigrantes alemães que chegaram na América e propagaram a tradição de que coelhos ou lebres entregavam ovos de páscoa para as crianças. Na verdade "os coelhos escondiam os ovos" pela casa da criança e a mesma deveria procurar para encontrar. É uma brincadeira muito comum nos EUA e em diversas partes do mundo.

Não apenas entre os germânicos, mas entre povo do Egito o coelho é símbolo de vida e fertilidade. A igreja adotou o símbolo do coelho por simbolizar o poder de Cristo em propagar a palavra de Deus entre os homens.

Fontes: Sua Pesquisa.com; Pascoa 2012

Postagens Relacionadas